Notícias GetTI

Tudo sobre big data: o que é, para que serve e por que utilizar

Você sabe tudo sobre Big Data? Essa tecnologia, que é voltada para a análise de informações comerciais, está revolucionando o mercado. Com ela, empresas criam estratégias com alto foco nas demandas de consumidores e atingem melhores resultados.

Além disso, a otimização de rotinas é feita com mais precisão e considerando um número maior de fatores. Quer saber como isso é possível e as principais características dessa tecnologia? Então dê uma olhada agora mesmo em nosso post!

O que é o Big Data?

O termo Big Data é normalmente utilizado para definir tecnologias de análise de informações estruturadas e não estruturadas em grande quantidade. Para que uma ferramenta possa ser enquadrada nessa tecnologia, ela normalmente segue quatro princípios:

  • volume: trabalho com grandes volumes de dados;
  • velocidade: processamento de informações em alta velocidade;
  • variedade: uso de registros com alto nível de variedade;
  • veracidade: apenas adoção de bancos de dados com registros íntegros;
  • valor: processamento de informações com alto valor agregado.

Para o que essa tecnologia serve?

Como citamos anteriormente, o foco do Big Data está na análise de grandes quantidades de informações. Isso é feito com o apoio de um conjunto de tecnologias auxiliares, que permitem um melhor uso da infraestrutura de TI e a coleta de mais informações.

Softwares de análise de dados normalmente atuam com o apoio da computação na nuvem para melhorar os custos e gerar mais escalabilidade. Eles também utilizam técnicas de estatística e classificação de informações para agrupar dados de maneira mais inteligente. Além disso, há a adoção contínua de APIS para coleta de dados em plataformas complementares.

A união de tais fatores dá as bases para que softwares de análise de dados possam classificar e agrupar registros de diferentes tipos em categorias unificadas. Dessa forma, a empresa pode obter insights mais inteligentes sobre o seu posicionamento no mercado, a demanda de consumidores e até mesmo o perfil de seus parceiros comerciais.

Quais as vantagens do uso do Big Data no ambiente corporativo?

O emprego do Big Data no ambiente corporativo pode ser feito com vários objetivos. Cada um deles impactará as receitas do empreendimento de uma maneira e permitirá que a companhia atinja melhores resultados a médio e longo prazo. Confira os usos e impactos dessa tecnologia na rotina de empresas logo abaixo!

Elaborar ações de marketing mais precisas

As campanhas de marketing são cruciais para auxiliar o negócio a ter bons resultados a médio e longo prazo. Por meio delas, a companhia pode divulgar novos produtos, garantir o sucesso de promoções e ter clientes fidelizados. Além disso, a chegada a novos mercados passa a ser mais simples e bem estruturada.

Com o Big Data, as campanhas de marketing atingem um novo nível. O negócio pode utilizar dados para reduzir a imprecisão das suas abordagens comerciais e, assim, obter um alto retorno sobre os seus investimentos.

A análise de dados de redes sociais, por exemplo, torna as propagandas nesse meio mais eficazes. A companhia poderá avaliar como ocorre o engajamento de clientes em páginas como o Facebook e o Twitter. Dessa forma, será mais fácil definir quais os melhores mecanismos de abordagem nesses ambientes.

Conhecer melhor o seu público-alvo

Outro fator que impacta diretamente nas receitas da empresa é o seu conhecimento sobre os seus clientes e parceiros comerciais. É importante que o empreendimento saiba quais são as estratégias que funcionam com cada perfil, as suas necessidades e itens mais desejados caso queira manter-se competitivo.

E quando a empresa sabe tudo sobre o Big Data que pode ser aplicado ao seu perfil, ela pode adotar a tecnologia para ter um conhecimento muito mais amplo sobre os seus consumidores. Dados sobre as plataformas de vendas online, os registros de atendimento ao consumidor e informações sobre vendas anteriores são cruzados para que a companhia possa compreender melhor como clientes se posicionam, os seus produtos e serviços favoritos, assim como as suas necessidades.

Aumentar a produtividade

Ganhos de produtividade são cruciais para que a empresa possa ampliar as suas receitas, cortar custos e ser mais competitiva. Quando todos os setores conseguem fazer um uso eficaz dos recursos disponíveis, fica mais fácil para cada time atingir as suas metas de médio e longo prazo.

Por meio do Big Data, a empresa pode encontrar novas formas de ganhar produtividade. Em um data center, por exemplo, o gestor poderá avaliar todos os dados da infraestrutura de TI (como registros coletados por meio do monitoramento de sistemas e dispositivos) em um ambiente centralizado. Com isso, será possível obter insights sobre os gargalos existentes e aplicar melhorias precisas.

Otimizar produtos e serviços

Outra vantagem do Big Data está na possibilidade de otimizar produtos e serviços com mais precisão. Ao conhecer precisamente a maneira como clientes relacionam-se com os produtos da marca, a companhia pode desenvolver um portfólio comercial mais competitivo e eficaz: ele será construído com o apoio de perfis de consumo mais inteligentes, que correspondem às necessidades do mercado com alta fidelidade e são capazes de gerar mais receitas para a companhia.

Reduzir custos

Em um momento de economia estável, reduzir custos é um ponto chave. Mas compreendendo tudo sobre Big Data, a companhia tem mais capacidade para eliminar o desperdício de recursos e ser mais eficiente.

A gestão de processos logísticos, por exemplo, será baseada em uma infraestrutura com um ciclo de vida mais longo e bem estruturado. Todas as entregas terão o seu custo avaliado continuamente a partir da análise de indicadores, como o custo médio de rodagem, o gasto de combustível e a depreciação de peças.

Isso permitirá que a empresa encontre mais formas de atingir as suas metas de economia. As rotinas de manutenção serão melhor estruturadas, evitando que pontos de atenção deixem de ser percebidos. Ao mesmo tempo, rotas mais econômicas sempre serão as preferenciais, evitando atrasos e gastos excessivos.

Agregar valor aos programas de fidelidade

Os programas de fidelidade são utilizados por muitas empresas para manter clientes vinculados aos seus serviços e produtos. Mas para que a oferta de descontos e mais benefícios que normalmente é atrelada a esse tipo de política seja eficaz, a companhia deve saber todos os detalhes sobre os seus consumidores.

E isso é possível quando o negócio passa a utilizar essa tecnologia em todas as suas áreas. Os programas de fidelização terão um alcance maior: descontos e ofertas compreenderão a real necessidade de cada consumidor por novos itens e serão sempre fornecidos na melhor hora possível, gerando mais vendas.

Compreender tudo sobre Big Data que é aplicável ao seu ambiente de trabalho é algo crucial para que empresas possam manter-se competitivas. Essa tecnologia reduz custos, melhora processos e torna a análise de dados muito mais inteligente. E em um cenário de alta competitividade, isso é crucial, uma vez que a análise de dados dá ao negócio a capacidade de atingir melhores resultados a médio e longo prazo.

Quais dos usos do Big Data podem ser implementados na sua empresa? Tem alguma dúvida ou algo a adicionar de informação? Compartilhe sua experiência conosco aqui nos comentários!

Notícias relacionadas