Notícias GetTI

Gerenciar infraestrutura de TI: saiba como fazer do jeito certo

No cenário atual, as estratégias usadas por uma empresa para gerenciar infraestrutura de TI estão entre os principais procedimentos administrativos. Como a tecnologia está integrada a vários processos corporativos, é fundamental que o negócio invista em mecanismos para tornar os dispositivos mais eficazes e livres de falhas.

Nesse sentido, há várias abordagens que podem ser utilizadas, e o investimento em uma ferramenta de gerenciamento de infraestrutura de TI é uma delas. Quer saber o motivo? Confira abaixo!

A importância de uma ferramenta para gerenciar infraestrutura de TI

Empresas podem utilizar diferentes estratégias para otimizar sua infraestrutura de TI. Uma ferramenta de gerenciamento de TI, por outro lado, consegue unificar várias metodologias e dar ao negócio uma visão mais abrangente sobre os seus dispositivos, além de reduzir custos operacionais. Dessa forma, a empresa consegue focar nas suas rotinas mais importantes.

Investindo em uma solução para a gestão da infraestrutura de TI, o negócio consegue responder a mudanças com mais agilidade. A companhia terá um número maior de recursos para identificar problemas e, com isso, mitigar falhas rapidamente, reduzindo o seu prejuízo.

Os procedimentos operacionais ganharão mais agilidade. Por meio da automação, os técnicos conseguirão utilizar formas mais inteligentes para solucionar demandas e focar em projetos importantes. Além disso, custos são reduzidos, permitindo que a companhia faça novos investimentos.

Já o acesso a informações de forma centralizada dá ao negócio a possibilidade de encontrar novas formas de buscar mais desempenho para os seus ativos de TI. Com um banco de dados sobre o nível de demanda das soluções internas, o tempo de inatividade após uma falha e outros fatores que influenciam na performance da infraestrutura, a companhia consegue otimizar as suas políticas de gestão e, assim, garantir que os processos de gerenciamento de infraestrutura de TI sejam capazes de criar um ambiente de trabalho eficaz.

Em outras palavras, a escolha de uma boa ferramenta de gerenciamento de infraestrutura de TI é um ponto-chave para que o negócio possa garantir o melhor funcionamento possível dos equipamentos e softwares da empresa. Ela dá a gestores mais recursos para identificar problemas, avaliar a qualidade dos processos de gestão e manter todos os ativos de TI sempre com um desempenho de ponta.

Como escolher uma solução de gerenciamento para a infraestrutura de TI

Investir em uma ferramenta para monitorar a infraestrutura de TI da empresa é um processo que envolve uma série de cuidados. Independentemente do perfil do negócio, há dois fatores-chave para evitar a escolha de uma solução que não esteja alinhada com o perfil do negócio. São eles:

1. Escolha uma solução que permita uma visão abrangente sobre a infraestrutura

Por melhor que sejam as políticas de gestão da empresa, erros podem ocorrer a qualquer momento. Para que a TI tenha a capacidade de agir rapidamente para mitigar falhas, é crucial que o gestor tenha recursos que possibilitem a análise abrangente sobre o estado de todos os sistemas.

Esse é o papel das ferramentas de monitoramento — elas tornam a infraestrutura mais visível para técnicos e gestores. Dessa forma, a ação em caso de falhas é precisa e eficaz, reduzindo o impacto causado por qualquer problema.

2. Opte por ferramentas de gestão alinhadas com o perfil da infraestrutura de TI

Um ponto crucial para que o negócio invista em uma boa solução para a gestão da infraestrutura de TI é avaliar quais são os recursos que terão maior foco dos técnicos. O setor de TI deve identificar quais são os tipos de relatórios que serão criados e os indicadores utilizados para avaliar o estado das ferramentas da empresa. Em geral, uma boa ferramenta de gerenciamento de infraestrutura de TI deve ter recursos para executar os seguintes processos:

  • o monitoramento de todos os ativos físicos;

  • a identificação ágil de falhas por meio de alarmes e triggers;

  • a avaliação do desempenho de cada ferramenta de forma contínua;

  • a automação de rotinas, podendo ser utilizada Machine Learning, para evitar erros e reduzir custos.

Algumas ferramentas para gerenciar infraestrutura de TI contam com o apoio da nuvem. Elas são mais flexíveis e permitem que o negócio possa ter mais agilidade para identificar problemas e tomar decisões em tempo real. Em todo caso, é importante que os gestores façam um bom investimento, evitando problemas em médio e longo prazos.

Principais estratégias e desafios para gerenciar infraestrutura de TI

Não existe uma única estratégia que pode ser utilizada por empresas para otimizar a sua infraestrutura de TI. As metodologias de gestão são estruturadas para atender a diferentes perfis de negócios, uma vez que cada infraestrutura de TI tem características únicas.

Além disso, dispositivos e sistemas mudam rapidamente, tanto pelas necessidades do negócio quanto pelos avanços na área. Ainda assim, existem medidas que podem ser adotadas por empresas que tornam a gestão de qualquer perfil de infraestrutura mais eficaz.

A terceirização, por exemplo, é uma escolha para reduzir custos e agilizar processos. Com o apoio de um parceiro estratégico, o negócio direciona a gestão e a estruturação da infraestrutura conforme suas necessidades. Assim, a companhia pode manter um foco nas suas atividades principais.

Nesse caso, é importante conhecer quais são os pontos fortes do parceiro estratégico, o tipo de relatório de performance que é fornecido e as ações tomadas em caso de falhas. Além disso, a companhia precisa avaliar a rotina de backups, políticas de segurança de dados e o SLA. Isso será fundamental para efetuar um investimento com alto custo-benefício.

A empresa também precisa criar mecanismos para lidar com os desafios diários da gestão da infraestrutura de TI — o orçamento, por exemplo, é um ponto-chave. Como a infraestrutura de TI demanda muitos recursos, é importante que a companhia evite desperdícios e faça uma boa análise antes de realizar novos investimentos.

A falta de conhecimento técnico também pode prejudicar o negócio. O setor de TI deve sempre trabalhar com as melhores práticas de gerenciamento de TI, evitando que os times laborem abaixo da sua performance potencial.

O planejamento das rotinas de gerenciamento de infraestrutura de TI deve ser detalhado ao máximo. A empresa deve ter medidas para maximizar a performance de cada equipamento, um fluxo de atualizações constante, prever falhas, mitigar erros e manter um perfil alinhado com as metas da empresa. Assim, o time de TI terá um papel estratégico no dia a dia do negócio, criando as bases para que todos possam atingir as suas metas.

Ainda tem dúvidas sobre as melhores estratégias para gerenciar infraestrutura de TI? Entre em contato conosco!

Notícias relacionadas