Notícias GetTI

A importância do big data em todas as áreas da empresa

Os processos de análise de dados já estão incorporados ao dia a dia de muitas empresas. Eles são estruturados para que empreendimentos possam criar estratégias de mercado mais eficazes, otimizar rotinas e identificar problemas. Nos últimos anos, com o apoio do Big Data, essa atividade comum passou a ter mais capacidade de gerar resultados.

Quer saber a maneira como isso ocorre, conhecer essa tecnologia e ver a importância do Big Data no ambiente corporativo? Então continue lendo o nosso post!

O que é o Big Data?

O termo Big Data é utilizado para definir uma série de tecnologias que podem ser empregadas para análise de dados. Por meio desse tipo de ferramenta, negócios conseguem estruturar rotinas de análise baseadas no cruzamento de informações integradas e não integradas. Com isso, analistas podem obter insights mais inteligentes e inovadores.

O Big Data pode ser utilizado para uma série de rotinas corporativas. Ele auxilia empresas a identificarem com alta precisão o perfil do seu público-alvo, com segmentações envolvendo categorias como idade, ticket médio e períodos do ano em que as compras são mais frequentes. Além disso, o negócio conseguirá prever tendências e encontrar pontos que podem ser otimizados com muito mais eficácia.

Qual a importância do Big Data para a empresa?

Pouco a pouco o Big Data passou a ter um papel-chave no ambiente corporativo. A possibilidade de maximizar a quantidade de fatores que envolve uma rotina de análise de informações estratégicas é um dos maiores motivos para negócios investirem nessa tecnologia. Isso trará como efeito direto uma série de consequências a médio e longo prazo para todos os setores.

A área de planejamento, por exemplo, conseguirá prever tendências antecipadamente. Dessa forma, ela será capaz de planejar e desenvolver um conjunto de produtos e serviços mais inteligente e alinhado com as necessidades do consumidor.

O time de marketing terá um amplo conhecimento sobre o público-alvo do negócio. Dessa forma, a empresa poderá classificar cada perfil de consumidor conforme dados como ticket médio, idade e frequência de compras. Como consequência, a empresa terá uma capacidade elevada de preparar campanhas de vendas muito mais lucrativas.

A área de logística conseguirá planejar procedimentos considerando fatores até então ignorados (ou subaproveitados). Isso permitirá ao empreendimento criar rotas de entrega de mercadorias muito mais inteligentes e econômicas. Assim, os clientes terão uma experiência de compras mais inteligente e eficaz.

Internamente, o uso do Big Data pode dar ao gestor uma capacidade maior de avaliar o que deve ser otimizado na cadeia operacional e a empresa terá uma visão abrangente sobre todos os fatores que influenciam no seu lucro. Com tais dados em mãos, será mais fácil definir uma estrutura operacional inteligente e com baixo índice de falhas.

Em outras palavras, o investimento no Big Data é importante por permitir que o negócio melhore todo o seu funcionamento, considerando fatores, até então, pouco aproveitados. A empresa terá uma visão abrangente sobre tudo aquilo que pode impactar a sua rentabilidade. Dessa forma, será mais prático manter um conjunto de serviços mais inteligente e alinhado com as necessidades do mercado.

Como investir no Big data?

O investimento no Big Data envolve uma série de processos e tecnologias. A empresa deverá modificar rotinas internas e otimizar os seus processos de gestão. Dessa forma, a integração do Big Data ao dia a dia do negócio será feita com mais qualidade e confiabilidade.

O primeiro ponto é definir quais serão os objetivos do uso do Big Data no ambiente corporativo. Cada processo de análise tem metas específicas e, para que elas sejam atingidas com mais precisão, a empresa precisa investir nas informações corretas. E isso só é possível por meio de um bom direcionamento.

Ter objetivos claros é crucial para o planejamento. Da mesma forma, investir nas soluções de Big Data e adaptar a infraestrutura de TI é um ponto importante. Isso garante que todos os profissionais terão um ambiente de alta performance para encontrar novas formas de posicionar o negócio.

Se o processamento e a captura das informações forem feitos localmente, é importante que a empresa tenha uma infraestrutura de rede de ponta e mecanismos para maximizar a disponibilidade dos recursos computacionais existentes. Dessa forma, o número de gargalos durante os processos de Big Data (especialmente os que envolvem dados coletados em tempo real) será o menor possível.

Caso o negócio utilize uma plataforma de Big Data na nuvem, é importante escolher uma empresa que tenha uma infraestrutura de ponta. Invista em uma companhia com serviços flexíveis, boa política de segurança de dados e alto nível de escalabilidade. Dessa forma, o investimento no Big Data terá o máximo de retorno.

Em ambos os casos, o negócio deve reformar as suas políticas de segurança de dados. É importante que a empresa tenha um rígido controle sobre as informações que serão utilizadas para tornar a companhia mais competitiva. Caso vazamentos ocorram, muitos registros envolvendo dados de terceiros poderão ser expostos, causando prejuízos graves para o empreendimento.

Quais são os benefícios do Big Data para empresas?

A criação de rotinas baseadas na análise de dados pode colocar a empresa em um cenário estratégico. O Big Data tem o potencial para tornar negócios muito mais competitivos e inovadores. Entre as suas maiores vantagens, destacamos:

  • criação de uma visão de mercado muito mais dinâmica e abrangente, permitindo um posicionamento comercial e um planejamento de serviços mais inteligente;
  • conhecimento profundo do público-alvo da empresa, otimizando o direcionamento das suas estratégias;
  • redução de custos e erros operacionais com o apoio de uma análise de dados sobre a cadeia operacional feita em tempo real;
  • maior controle sobre a imagem do negócio ao utilizar mecanismos para avaliar o feedback dos consumidores de um jeito mais inteligente.

Uma vez que a análise de dados estiver totalmente integrada ao dia a dia do negócio, uma nova cultura será criada, com mais inteligência e inovação. Essa é a maior explicação para a importância do Big Data no ambiente corporativo: a tecnologia pode promover inovação, gerar serviços mais eficazes e evitar que o negócio faça as escolhas erradas.

Gostou desse post e quer conhecer outras estratégias para tornar o seu negócio mais eficiente? Assine já a nossa newsletter e receba as nossas dicas!

Notícias relacionadas