Notícias GetTI

Saiba como um servidor dedicado pode otimizar a sua empresa?

Você já se deparou com lentidão no site da sua empresa, ou até mesmo no sistema online de seu negócio? Isso quer dizer que o volume de clientes aumentou e, consequentemente, o tráfego no site também. Talvez esteja na hora de você adquirir um servidor dedicado.

Neste post, vamos descobrir do que se trata, como funciona, os detalhes do processo de implementação, e muito mais. Siga conosco para ficar bem informado sobre esse recurso!

O que é servidor dedicado?

Quando contrata um plano de hospedagem comum, você e várias outras pessoas estão “alugando” um determinado espaço em um computador que fica online 24 horas por dia. É como se você estivesse alugando um quarto dentro de uma casa com diversas outras pessoas em outros quartos.

Sendo assim, não é só você quem estará utilizando a máquina (chamada de hospedagem compartilhada). Um aumento considerável de tráfego em seu site ou até mesmo nos outros endereços que estão hospedados no mesmo computador poderá gerar lentidão e até perda de sinal (site offline).

Daí surgiu a necessidade de empresas que estão tendo grande demanda de tráfego em utilizar o servidor dedicado. De forma simples e resumida, ele nada mais é do que um computador dedicado exclusivamente para a sua organização, ou seja, nenhum outro usuário terá arquivos e demandas naquela máquina. É como se você estivesse alugando a casa inteira, sem mais ninguém nela.

Portanto, somente você usará todo o armazenamento, memória e tráfego. Não precisa ser um expert em informática para saber que, se somente um usuário utiliza aquele computador, o site e demais sistemas dele ficarão bem mais rápidos e estáveis.

Como funciona?

O funcionamento do servidor dedicado é semelhante ao servidor utilizado em hospedagem compartilhada, contudo, como dito anteriormente, no primeiro, somente você demandará todos os recursos disponíveis da máquina.

Imagine um computador top de linha, mas que 100 pessoas o estejam utilizando. Em um determinado momento, a depender do que os usuários estão processando, a máquina não conseguirá mais suprir todo aquele processamento de informações, ficando lenta e até mesmo desligando e reiniciando (o que fará com que os sites que estão nela fiquem offline).

Na mesma linha de raciocínio, imagine esse mesmo computador, mas que somente você e mais ninguém vai administrá-lo. O aumento na velocidade do processamento será enorme e você notará a diferença até no tempo de carregamento da página da sua empresa, o que já ajuda, inclusive, no posicionamento dela nos motores de busca.

Mas ter um servidor dedicado não quer dizer que você não possa ter mais clientes utilizando a máquina. Pelo contrário, você pode, por exemplo, alugar um determinado espaço para um cliente ou dividir recursos com outras pessoas.

Outro ponto importante é o fato de que você é quem vai administrar a máquina. Sendo assim, você deverá ter conhecimento na área de TI ou contratar um profissional especializado no ramo. Algumas empresas de hospedagens oferecem um excelente suporte técnico, tornando desnecessária a referida contratação.

Como é o processo de implementação?

Antigamente, o processo de implementação do servidor dedicado era lento e podia demorar até alguns dias devido à precariedade de tecnologia na época.

Hoje, você pode ter um servidor dedicado em poucas horas, aliás, dependendo da empresa de hospedagem, em alguns minutos, você já terá a máquina pronta para uso. A implementação do servidor para quem deseja adquiri-lo é simples e rápida e o seu acesso, naturalmente, é totalmente online.

As empresas de hospedagem oferecem planos gerenciados e não gerenciados. Os planos gerenciados facilitam a vida do usuário, pois é a própria empresa quem instalará os recursos na máquina e oferecerá softwares que tornam a administração do computador mais descomplicada. Já os planos não gerenciados são oferecidos a clientes que já tenham certo conhecimento de TI, pois é o próprio usuário quem vai configurar todo o servidor.

Diagnóstico prévio: preciso de um servidor dedicado?

Conforme mencionado em tópico anterior, a empresa que deseja adquirir um servidor dedicado deve, antes de mais nada, verificar se é o caso de realmente necessitar de uma máquina exclusiva.

O primeiro ponto que deve ser levado em consideração é a velocidade de carregamento do site da sua empresa ou de algum sistema de processamento de dados. Quanto mais rápidos eles forem, maior será a produção da organização, dando consequência a um aumento no número de clientes.

Provavelmente, você já desistiu de utilizar algum sistema online ou adquirir algum produto quando o site é lento. Não por acaso, os consumidores querem sistemas cada vez mais ágeis e cada segundo faz diferença entre seguir no site ou abandoná-lo.

O segundo ponto que deve ser levado em consideração antes de adquirir o servidor dedicado é o aumento no número de clientes. Se você notou um aumento considerável no acesso em seu site, está na hora de adquirir um servidor dedicado.

Essa solução é indicada para minha empresa?

Pense que um servidor dedicado é um computador de uso exclusivo para a sua empresa. Nessa linha de pensamento, não seria aconselhável um servidor dedicado para um pequeno negócio, com poucos acessos ao site e poucas vendas, por exemplo.

Agora, se a sua empresa está em constante crescimento, com um número cada vez maior e consistente de acessos ao site, está na hora de começar a pesquisar quais os tipos de servidor dedicado suprirão sua demanda. Pense que, quanto mais rápido for o seu sistema, maiores são as chances de os seus clientes se tornarem fiéis à empresa.

Se você trabalha com vendas online, blogs ou sistemas de processamento de dados, um servidor dedicado pode gerar um salto em seu negócio.

Como identificar os melhores planos para o seu servidor dedicado?

Saber escolher o melhor plano para o seu servidor dedicado é algo importante e não é muito fácil. Nem sempre você precisará de um computador muito avançado, mas também não pode escolher uma máquina que deixe a desejar. Acompanhe nossas dicas para acertar na decisão.

1. Busque feedback de empresas no mesmo setor

Realizar buscas e pesquisas em empresas que atuam no mesmo setor é uma excelente estratégia para descobrir qual o melhor plano de servidor dedicado para você. Muitas empresas podem dar um feedback de qual plano estão utilizando e se está suprindo a demanda.

2. Não se contente com a primeira oferta

A internet é um mundo com bilhões de informações, então, não contrate os primeiros planos que aparecerem para você. Para escolher um bom fornecedor de serviços de TI, realize uma pesquisa, veja se a empresa é confiável, se é segura, se os computadores são rápidos e de boa qualidade.

3. Assegure que oferece suporte técnico de boa qualidade

Do que adianta você contratar um excelente plano de servidor dedicado, se no momento em que você mais precisar, ele não lhe dá um suporte adequado? Lembre-se de que é você quem vai administrar o servidor, logo, um plano que tenha um excelente suporte técnico facilitará — e muito — a sua gestão.

4. Não se esqueça da segurança

Verifique se a possível contratada tem um sistema adequado de segurança de dados, afinal, você não vai querer ver informações da sua empresa e até mesmo de seus clientes nas mãos de outras pessoas, não é mesmo? Empresas confiáveis geralmente trabalham com um sistema de firewall e criptografia de última geração.

E então, o que achou dessas informações sobre o servidor dedicado? Elas lhe ajudaram a identificar se você precisa contar com o recurso para otimizar os processos em sua empresa?

Para ter acesso a mais conteúdos relevantes como este, assine agora mesmo a nossa newsletter e fique sempre por dentro das dicas e artigos que postamos aqui no blog.

Notícias relacionadas