Notícias GetTI

Diferenças entre Firewall tradicional e Next generation firewall

Você está atento aos conteúdos acessados por seus colaboradores? Saiba que o mau uso da internet pode não apenas distrair as pessoas na hora do trabalho, mas trazer graves consequências na segurança da corporação. Para lidar com ambas as situações, você deve utilizar o next generation firewall.

Não há como negar, com o advento da tecnologia, a internet se tornou um verdadeiro mundo aberto para que as pessoas tenham a liberdade para fazer o que desejam em frente às telas de computadores, tablets e celulares.

O problema é que, junto às novidades, os criminosos virtuais procuram a todo momento descobrir brechas em programas para que eles possam capturar informações dos usuários.

Depois de ler o artigo, você saberá como melhorar a segurança das informações confidenciais e aumentar a produtividade da sua equipe. Mas, antes, entenda as diferenças entre as duas tecnologias!

Entenda as diferenças entre um firewall e next generation firewall

Basicamente, o firewall nada mais é do que uma ferramenta que tem como objetivo servir de barreira entre a rede interna e a rede externa da corporação.

Sendo que, no firewall tradicional, o administrador deve definir as regras por meio de parâmetros como: porta, tipo de protocolo e endereço de origem no TCP/IP.

Por outro lado, o next generation firewall surgiu como uma opção interessante, já que regras avançadas que exigiram uma equipe altamente especializada, se tornaram práticas e intuitivas, aumentando paralelamente muito a segurança, como abordaremos no artigo. Mas, afinal, o que há de comum entre ambas?

Semelhanças

Para iniciar, ambas as tecnologias contam com os seguintes objetivos em comum:

Garantir a segurança das informações

O livre acesso à internet pode representar um grande perigo para as companhias. Por conta das atividades maliciosas à solta, qualquer descuido do usuário pode resultar desde a lentidão de uma máquina, até no roubo de dados confidenciais.

Ao utilizar um firewall, as máquinas dos usuários contam com uma camada adicional de proteção, já que tanto as portas quanto os protocolos de rede passam a monitorar os pacotes que transitam dentro da rede.

Restringir o acesso às aplicações

A facilidade de entrar na internet permite que o usuário possa facilmente se dispersar do seu trabalho. Para isso, as companhias podem utilizar o firewall para definir o que pode ou não ser acessado dentro da empresa.

Assim, o administrador responsável por operar o firewall pode bloquear o acesso ao Facebook ou Youtube, por exemplo, para garantir consistência e produtividade da equipe.

Além disso, a tecnologia permite que o administrador defina quais horários e pessoas podem acessar determinadas aplicações. A prática é fundamental para restringir o acesso às aplicações importantes da companhia.

Diferenças

Por outro lado, o NGFW conta com diferenças bastante expressivas relacionadas à segurança.

O programa conta com a capacidade de realizar análises mais profundas, comparado ao formato tradicional. Conhecida como deep inspection, a ferramenta permite analisar além das camadas 3 e 4 no modelo OSI, sendo possível inspecionar aplicações presentes até a camada 7.

É aí onde ocorre boa parte do perigo, já que o início de uma infecção tende a acontecer por meio de uma abertura de um e-mail mal intencionado em sua caixa de entrada.

Mais facilidade para o uso

Para que as regras sejam definidas, dentro de um firewall tradicional, o administrador deve ter conhecimento sobre os complexos parâmetros do TCP/IP, sendo necessário capacitar ou contratar um profissional experiente para lidar com a situação.

O NGFW elimina a necessidade de processos complexos, como ocorre com o modelo anterior. Ao contar com as regras já definidas, o seu uso se torna mais prático e intuitivo, permitindo que o próprio gestor possa administrar a plataforma sem problemas.

Saiba as vantagens de optar por um next generation firewall

Use uma tecnologia mais avançada

Podemos nos espantar com a forma que a tecnologia tem se desenvolvido nos últimos anos. Principalmente, quando o assunto é a segurança.

Afinal, a cada dia, os hackers procuram diferentes formas de passarem despercebidos pelas seguranças das corporações. Por esse motivo, é fundamental que você esteja preparado com as melhores soluções do mercado.

Ao contar com uma ferramenta atual, você estará sempre um passo à frente dos criminosos virtuais.

Esteja prevenido

Para evitar que um vírus infecte as máquinas, nada melhor do que se prevenir, correto?

Com o apoio de um Next Generation Firewall, a empresa conta com uma verdadeira barreira para detectar e impedir os primeiros indícios de vírus sendo trafegados pela rede.

Além disso, a ferramenta eficaz permite que a empresa consiga lidar com os botnets espalhados pela internet.

A praga virtual se desenvolve a partir de diferentes computadores infectados pela internet e tem como objetivo infectar as suas máquinas, para auxiliar no processo de contaminação. O ciclo vicioso se origina de mensagens e aplicações maliciosas.

O problema é que a ação, comandada por um equipamento terceiro, ocorre sem a percepção do usuário, tornando a vítima um alvo fácil para espalhar o vírus ou, até mesmo, vazar dados confidenciais da corporação.

Com o uso de um Next Generation Firewall, os computadores conseguem identificar rapidamente quando os bots recebem comandos de sua C&C. Assim, qualquer atividade suspeita é suspensa, para evitar que o ataque seja concretizado.

Além disso, o NGFW tem a integração com o Active Directory da Microsoft. Quando a máquina de um colaborador sofre uma tentativa de invasão, ele descobre não apenas o IP da máquina, mas também o usuário que está originando o ataque.

Tenha uma segurança assertiva

Um dos benefícios em utilizar o NGFW é contar com maior proteção nas portas e protocolos. Assim, o gestor poderá, de forma prática, limitar o acesso a determinados sites, aplicações e serviços. Principalmente, aqueles que coloquem a segurança da empresa em risco, com a instalação de softwares maliciosos.

Assim, no momento em que o usuário estiver navegando pela internet, por conta do seu recurso de prevenção de invasão, a conexão logo será bloqueada caso algum pacote mal-intencionado trafegue em sua rede.

A facilidade de identificação ocorre por conta do catálogo já conhecido pelo software. Ou seja, quando um pacote já identificado por trazer malefícios à máquina é detectado, o Next Generation Firewall pode, rapidamente, restringir a sua entrada na rede. Dessa forma, você terá uma proteção mais efetiva, já que o firewall é responsável tanto por realizar o SSL Inspection, prevenção de vazamento de dados, quanto analisar milhões de logs, malwares, bots, aplicações, ameaças zero days e regras de IPS.

Mas fique atento, o Next Generation Girewall tem como objetivo observar entre as camadas da rede para limitar as ameaças que trafeguem por ela. Por esse motivo, é recomendado a aquisição de um bom antivírus para ter uma proteção mais efetiva.

A segurança das informações tem sido um assunto de maior relevância entre as empresas nos últimos anos. Pois, infelizmente, a ocorrência de crimes virtuais tem crescido, sendo possível, até mesmo, encontrar manchetes de notícias relacionadas aos ataques.

Ao contar com um NGFW, a empresa poderá reduzir a preocupação com as ameaças. Além disso, o prático software permite restringir determinadas aplicações para os usuários, melhorando a produtividade de sua equipe.

E você quer saber mais sobre como proteger a sua empresa? Siga a gente no Facebook, Linkedin e Twitter para mais novidades!

Notícias relacionadas