Notícias GetTI

Infraestrutura de TI: soluções de rede para otimizar processos

A era da informação já é uma realidade há algum tempo. Hoje, a informação é cada vez mais digital e pode ser considerada o grande capital de uma empresa. No entanto, com o excesso de dados que devem ser geridos pelas organizações, é essencial investir em infraestrutura de TI e soluções em rede. Com a alta competitividade, para se destacar frente à concorrência, é preciso trabalhar com estabilidade, segurança e performance de excelência, gerando resultados claros para os clientes.

As soluções em rede para infraestrutura de TI são o grande destaque nesse aspecto, pois, com a possibilidade de gerenciamento e automação, atuam diretamente na otimização dos processos, interferindo na redução de custos e melhora da produtividade. Muito mais do que um simples armazenamento de dados, as soluções de rede aliadas à infraestrutura de TI correta irão auxiliar na análise e tomada de decisões estratégicas, garantindo à sua empresa melhor posicionamento frente à concorrência.

Quer saber mais sobre como utilizar a infraestrutura de TI e as soluções de rede para automatizar processos e ter impacto positivo no desempenho dos negócios? Continue a leitura!


Infraestrutura de TI, soluções de rede e o SDN

As soluções de rede ajudam na agilização dos trabalhos por meio da automação de processos. Dessa forma, muitas vezes, com a solução adequada é possível minimizar custos, agilitar rotinas e manter ou até mesmo elevar a qualidade dos serviços prestados, resultando em eficiência e excelência operacional para as organizações.

Além disso, as empresas precisam garantir a segurança e a disponibilidade das informações de fornecedores, funcionários e clientes armazenadas e confiadas à infraestrutura de TI. As soluções de rede podem aumentar a segurança e minimizar os riscos e falhas nesse setor

Ainda nesse ciclo incessante de renovação e necessidade de adequar processos, o SDN - Software Defined Network é uma tendência. Na verdade, o SDN nada mais é do que uma maneira de automatizar tarefas que, anteriormente, eram realizadas manualmente. Ou seja, uma nova abordagem para o gerenciamento de rede. Assim, por meio da criação de comandos de automação, é possível personalizar e acelerar os processos desejados.


Como as soluções de rede otimizam processos

As soluções de rede, agora personalizáveis, atuam diretamente no desenvolvimento de soluções que possam agregar recursos e reduzir o tempo com deploy, manutenção e resolução de problemas. Dessa forma, as demandas de infraestrutura de TI passam a ser automatizadas, diminuindo equipes, reduzindo custos e trazendo o foco para administração e análise. Isso diminui erros, otimiza o serviço e, consequentemente, eleva a qualidade de prestação de serviços.

Uma solução de rede pode se relacionar com diversos aspectos da organização. É preciso combinar fatores como a velocidade da rede, a confiabilidade e a conectividade sem fio. A solução de rede ideal traz maior agilidade na implantação e controle de redes, o que permite enfrentar rapidamente qualquer mudança no âmbito do negócio e ainda criar ambientes de inovação.

Como mencionado anteriormente, tais soluções também oferecem possibilidades de gerenciar de forma centralizada os recursos de segurança da empresa, de firewalls aos sistemas IPS / IDS que impedem intrusões, soluções de filtragem de URLs, sistemas de sandboxing para identificação inteligente de ameaças e ferramentas de análise retrospectiva.

Para a empresa, esses fatores podem ser extremamente benéficos, uma que vez que acarretam em mudanças até mesmo nos perfis dos funcionários que podem se ater menos à parte operacional e mais à gestão da infraestrutura, ou seja, trabalhar de forma inteligente e estratégica. Com a automação, a empresa também pode se beneficiar do alinhamento de informações, que passa a ocorrer de maneira mais dinâmica, resultando em transformações positivas na cultura interna.

Outro ponto de grande destaque é a melhora do atendimento ao cliente, uma vez que, com a estrutura adequada, ganha-se agilidade no atendimento e entrega para o consumidor uma experiência diferenciada com a organização. Com o investimento nas soluções de rede, a infraestrutura de TI tem se adaptado e conseguido entregar conforme as demandas do negócio.

É de suma importância que os gestores entendam que as soluções de rede e API —Application Programming Interface— não são um custo, mas um investimento e até mesmo uma alavanca que oferece possibilidades e oportunidades para o crescimento do negócio.

Confira agora as principais soluções de rede para otimizar processos!


Soluções de rede


Software Defined Network (SDN)

Como já discutido, o SDN é uma das maiores tendências da atualidade. A arquitetura permite a configuração rápida da rede de acordo com a demanda dos serviços de TI e os negócios da empresa. Também possibilita a criação de features e protocolos.

Além das especificidades já citadas, o SDN oferece outros benefícios:

  • torna mais ampla a computação em cloud;

  • gera maior controle sobre o tráfego;

  • torna as redes mais inteligentes

  • gera maior disponibilidade do conteúdo

Na verdade, o SDN surgiu com o objetivo de resolver os problemas de switches, softwares proprietários e routers fechados de maneira a não interferir nos serviços de rede em produção e afim de ser um facilitador para a inovação.

Como o SDN permite a separação entre os planos de controle e os dados, é possível que swtiches e routers enviem dados de acordo com os comandos de um servidor. De maneira independente, o plano de controle pode ser modificado sem interferir nos processos existentes e sem causar problemas às redes ativas.  


FlowSpec

Por meio do BGP — protocolo de roteamento —< o Flowspec é uma maneira de se coletar informações de quais redes e ASNs estão se comunicando com você. Assim, é possível aplicar algoritmos em cima dessa informação para definir políticas de roteamento, detectar anomalias no seu tráfego de rede e automatizar processos.

O Flowspec é capaz de disseminar regras de filtros de pacotes de forma dinâmica entre roteadores que já trocam informações. Define padrões de fluxos (flows) e ações que serão aplicadas nestes fluxos com mecanismo de validação.


Acordos de tráfego bilateral e conexões em IX

Como você sabe, na área de Ti, a empresa pode ter um ASN — Número de sistema autônomo — que congrega IPs utilizados para se comunicar com outros servidores, como outros blocos de IPs, operadoras e clientes.

Assim, num negócio B2B, por exemplo, quando uma empresa precisa trocar muita informação com outra, pode ser feita uma conexão direta entre as duas, melhorando a troca de tráfego e sem necessidade de uma operadora ou um ATM no IX.

Em termos mais claros, o roteador de uma empresa conversa diretamente com o de outra. Dessa forma, por meio da inteligência inerente ao FlowSpec, é possível utilizar o meio mais acessível e economicamente viável entre as opções. Com esse processo, além de melhorar a qualidade da rede — devido à conexão direta, reduz-se os custos da comunicação.


Consoles de administração centralizados

Os consoles de administração centralizados são ferramentas que permitem o gerenciamento de todos os suites e roteadores de um único ponto. Ou seja, é uma solução que otimiza o tempo, uma vez que não é necessário acessar a suite a suite ou roteador por roteador para realizar a configuração.

Tal integração, além de otimizar o tempo, faz com que o processo seja mais dinâmico e prático, já que é realizado a partir de um único dashboard, que possui todas as informações necessárias para o trabalho.


Retorno do Investimento (ROI)

O ROI - Retorno sobre investimento — mede o ganho ou perda gerado em um investimento em relação ao valor investido. Ele geralmente é expresso por meio de uma porcentagem e normalmente é usado para decisões financeiras como comparar a rentabilidade de uma empresa ou a eficiência de diferentes investimentos.

Por exemplo, se uma empresa tem em suas vendas na internet um ganho primordial para sua receita, a parada do servidor pode acarretar em despesas enormes, uma vez que ela deixa de lucrar durante todo o tempo no qual a infraestrutura parou de funcionar. É neste ponto crucial que as soluções de rede fazem diferença, com a capacidade de evitar, muitas vezes, que problemas dessa natureza ocorram.

Além disso, sobre os investimentos das soluções em rede também é viável medir a redução da mão de obra. Com a automação dos processos, precisa-se de menos pessoas na equipe, o que acaba gerando um retorno maior.

É importante ressaltar esses pontos, porque assim é possível perceber que os investimentos em soluções de rede para otimizar processos acabam tendo um alto ROI e “sendo pagos” ao longo do tempo, devido à melhorias que se têm na entrega das soluções. Por fim, esse investimento acaba se convertendo em economia, lucro e melhor posicionamento da empresa no mercado.


Total Cost of Ownership (TCO)

Outro aspecto de destaque e que deve ser analisado em decisões de TI é o TCO — Total Cost of Ownership — e diz respeito ao custo do ciclo de vida.

Todo investimento feito pela empresa gera custos diretos, mas alguns — e normalmente é o caso de soluções de rede, sistemas de computadores e infraestrutura de TI — geram também custos indiretos nos processos de operação, implantação, atualização e manutenção dos ativos.

Antes de realizar seu investimento em soluções de rede é fundamental pensar no budget destinado ao processo e na análise de TCO. Ainda que as soluções de rede se mostrem cada vez mais necessárias para a redução de custos com infraestrutura de TI e otimização de processos é fundamental fazer orçamentos e escolher empresas de qualidade e confiabilidade.

Agora que você entende como soluções de rede podem otimizar processos na infraestrutura de TI, não deixe de entrar em contato com a GetTI para conhecer mais!

Notícias relacionadas